The End

Sei que poderia acrescentar mais coisas, um milhão delas. Mas sei bem que palavras são como o vento e sei melhor ainda que você está bem agasalhado.

Bom isso acabou, a cada frase eu alimentava mais o que sinto, alimentar amor com lembranças torna-o doente. Preciso deixa-lo morrer de fome, assim ele deixa de ser um moribundo que implora por amor, como os doentes que imploram por saúde, como eu que imploro por você.


Compartilhe

Sobre o Autor

ANDRESSA PONTES Jornalista e fotógrafa nas horas vagas.Neste blog posto pensamentos,frases e textos de autoria própria. Me siga nas redes sociais e curta o blog!