Isso não é uma tragédia

/
0 Comments

                Duas crianças inocentes rolavam na grama molhada sem se preocupar com o resfriado que viria da garoa que tomavam naquela noite fria de final de outono. Contemplavam a lua através de uma visão turva de um fino sereno que caia sobre eles deixando seus corpos tão gelados como se tivessem atravessado uma nevasca, mas eles não se importavam. Haviam fugido um pouco para se distrair e sorrir. Em um momento raro em que não haviam lágrimas dadas aos problemas que cada um trazia consigo. Naquele momento o garoto não imaginava. Porem aquelas almas se complementava como gêmeas, a garota que partilhara sua companhia era o amor de sua vida, o amor de um futuro obscuro.

                Lembrando assim da nossa infância, fica tudo claro, como meus sentimentos por você sempre foram os mesmos desde o inicio, pena que minha covardia nunca me deixou rouba-la para algum lugar distante. Agora frente a essa pedra de mármore onde seu nome foi cravado, me culpo. Sinto tanta dor como alguém vivo pode sentir. Um cemitério jamais combinaria com a sua aura pura de felicidade, que encantava todos ao seu redor.  De fato você era especial. Minhas lágrimas quentes nunca serão justificativas para ter te deixado sozinha, minha mente e meu coração me condenam. Meu corpo nem mesmo é forte suficiente para sentir toda essa dor que carrego e carregarei até o dia em que meu corpo jazerá ao seu lado eternamente. Sinto muito por não ter sido perfeito como você, nem mesmo um adeus me cabe agora, pois meu coração será sempre seu.
                Hoje sei que tudo que posso lhe dar são essas flores, que logo estarão murchas e secas assim como minha alma, que agora está em decadência. Sei que prometi que voltaria, e cá estou eu. Me perdoe por ter demorado tanto. Mas prometo que a amarei para sempre. Amarei seus toques e retoques.
                Apenas imploro que me perdoe, por não ter vindo antes que a doença consumisse seu corpo. Por ter te deixado sozinha. Por ter ido embora quando você mais precisou. Me iludi querendo realizar um sonho seu, mas caio aqui em seu túmulo e sei que nenhum sonho seu jamais será realizado. Nem em seu ultimo pedido fui de grande ajuda, pois estava do outro lado do país procurando a cura para o câncer que há em minha alma. Mas agora além dele, trouxe cólera ao meu coração e a tudo que eu amei.
                E que isso não seja mais uma tragédia romântica e nem uma crônica sem status. Apenas sejam meus sentimentos que se perderam em palavras mal colocadas.


You may also like