/
0 Comments


Ela pintava os lábios com um vermelho chamativo. Quando a via sempre carregava aquele batom borrado das pequenas aventuras de mais um dia. Não era vadia, mas também de longe era um exemplo de bom caminho. Seu cabelo era azulado como o céu. A noite contava as estrelas com gosto, sempre sorria e dizia que ainda teria muitas verrugas espalhadas em seus dedos. Ela sorria, o seu sorriso me acalmava, os seus sonhos me deslumbravam. Quando finalmente me notei a amava. Amava aquele batom borrado, aquele azul chamativo e amava seus olhos castanhos... Sim eu a amava...


You may also like