/
1 Comments


                    Perante aqueles tantos pesadelos acabei tendo um sonho bom. Um jardim onde flores de lótus desabrochavam em um eterno crepúsculo, o céu era uma imensa mistura heterogenia de rosa e laranja, o sol tentava se despedir, mas o mesmo nunca partira. Foi um sonho bom, o cheiro doce das flores infestava os meus pulmões. Eu fora de cortesia deitava naquele jardim infinito, como se o mesmo me pertencesse, como se naquele pequeno mundo eu pudesse fazer tudo... Mudar tudo.
                    Eu tive um sonho bom e nele eu fui o Deus de um entardecer, como muitos queriam... Mas por favor, não invejem, foi apenas um sonho tranquilo diante de tantos pesadelos.


You may also like